Seja na sala de aula ou estudando sozinho os filmes também ajudam na aprendizagem de conceitos.

Em especial, quando o assunto é ciência, é preciso estar atento a possíveis inconsistências entre a verdade científica e aquilo que é apresentado na história.

É importante ter em mente que os filmes utilizam recursos e roteiros para deixa-los mais atrativos, que nem sempre são reais na ciência.Essa dualidade é interessante porque desenvolve também o senso crítico.

No caso das animações, é preciso ter atenção especial aos detalhes, que, muitas vezes, são esquecidos pelos produtores, uma vez que não possuem, na maioria das vezes, formação na área.

O CinedaVinci selecionou 10 Filmes interessantes para aprender ou refletir sobre alguns temas da ciência e da biologia.

Confira:

 

 

1) Gattaca: A Experiência Genética (1997)

O filme Gattaca se passa em um futuro não muito distante, em que a sociedade é formada por indivíduos frutos da manipulação genética.

Neste mundo, a maioria foi concebida em laboratório tendo seus genes estrategicamente escolhidos a fim de produzir seres humanos perfeitos.

O Estado tem poder sobre a visão da população em relação à manipulação genética, gerando grande preconceito e a formação de “castas” sociais.

Vincent Freeman (Ethan Hawke),é o primogênito de um casal que nasceu da maneira tradicional, sem preparos genéticos.

Por isso seu código genético tem predisposições à doenças e baixa expectativa de vida, tornando-o um “não-valido”.

Apesar de seu esforço e competência, Vincent consegue apenas empregos mais simples (como faxineiro), enquanto seu irmão mais novo, gerado pela manipulação genética – um “válido”, consegue subir rapidamente na carreira.

Contra tudo e todos, Vincent decide realizar seus sonhos. Para conseguir o que quer, o personagem se faz passar por outra pessoa e consegue um emprego na base GATTACA, uma espécie de “Nasa”.

Além das questões éticas o filme aborda diversos conceitos de genética relacionados a manipulação genética.

 

 

 

 

2) A Guerra do Fogo (1981)

O filme se passa há 80.000 anos no período Paleolítico ou, mais exatamente no Paleolítico Médio, e conta a história de dois grupos de hominídeos – um deles havia começado a dominar uma linguagem primitiva, enquanto o outro ainda vivia de forma mais rudimentar.

Tendo o fogo como elemento central, a narrativa utiliza muita linguagem corporal para reconstruir os intercâmbios entre as duas comunidades.

“O grupo que já pode se comunicar domina a produção do fogo e começa a ter contato com outras tribos, abrindo a perspectiva para a evolução da espécie humana”,

O fogo significa também a busca pelo poder. O grupo que o possuía também possuía conforto e bem estar para os seus indivíduos.

Por ser tão importante neste período e desconhecido, o fogo era considerado algo místico, e para aqueles hominídeos possuir o fogo era algo fundamental para sobrevivência.

O comportamento social mais complexo é observado através de conceitos não conhecidos pelo guerreiro da tribo Ulam como, por exemplo, a diversão, o riso, abrigos fabricados e até mesmo o uso de plantas com motivos medicinais.

Aborda conceitos de palentologia e de evolução.

 

 

3) Uma Verdade Inconveniente (2006)

No filme, Al Gore, ex-vice-presidente dos Estados Unidos, aborda problemas ambientais atuais e a influência do homem nesses processos.

É mostrado de uma maneira bastante chocante o papel do homem no aumento da temperatura  na Terra e todas as consequências desse fato para o planeta, tais como intensas ondas de calor, derretimento de geleiras e furacões.

Excelente para refletir sobre que medidas mundiais podem ser tomadas para contornar essa situação, bem como de que forma cada um de nós pode contribuir para a causa.

Ajuda a compreender toda a problemática do aquecimento global e nossa participação ativa nesse problema.

 

 

 

 

4) Osmose Jones (2001)

O filme é uma interessante viagem pelo sistema imunológico humano.

Tudo começa quando Frank contrai o que a princípio parece ser um simples resfriado.

A partir daí, conhecemos o interior de seu organismo que é chamado de “a cidade de Frank”.

Os glóbulos brancos são representados por policiais responsáveis pela segurança da cidade.

Têm como líder um linfócito chamado Osmose Jones.

Jones comanda a luta contra o vírus que entrou no corpo de Frank disfarçado de resfriado para despistar o sistema imunológico.

Na verdade trata-se de um novo tipo de vírus, chamado Thrax.

O plano de Thrax é se multiplicar rapidamente e ficar conhecido pela medicina como uma nova e terrível doença.

O filme mostra de uma maneira bastante divertida o interior do corpo humano, mas de forma mais simplificada e com uma linguagem menos acadêmica.

 

 

5) Homo Sapiens 1900 (1998)

Documentário que mostra a pesquisa sobre a eugenia, ou seja, sobre a seleção e a purificação da raça humana, no início do século 20.

Baseado em extensa pesquisa de fotos e cenas raros de arquivo, o filme discute como a eugenia e a limpeza racial foram defendidas como formas de aperfeiçoar a espécie humana e criar um novo homem.

Esses conceitos foram pesquisados no decorrer do século XX, com várias tentativas de transformá-los em realidade.

Aborda as leis de hereditariedade e as discussões éticas que acarreta a seleção de caracteres.

 

 

 

 

6) O curandeiro da selva (1992)

O filme conta a história de um cientista chamado Robert Campbell que trabalha para uma grande indústria farmacêutica.

Ele é enviado para a floresta amazônica em busca de plantas que forneçam princípios ativos para medicamentos.

Lá ele passa a habitar uma aldeia indígena localizada na região onde realiza a busca.

Campbell descobre uma substância, extraída de uma rara bromélia, que teria ação no combate ao câncer.

Porém ele enfrenta problemas para sintetizar a substância e extrair seu princípio ativo.

Ao mesmo tempo, os arredores da aldeia começam a ser devastados pela derrubada de madeira e a construção de uma estrada.

Aborda a biodiversidade das florestas tropicais e a pesquisa de princípios ativos para a fabricação de medicamentos.

 

 

7) A ilha (2005)

O filme se passa num futuro próximo no qual a clonagem humana é possível e permitida.

Assim, as pessoas podem encomendar clones de si mesmas para o caso de um dia precisarem de um transplante.

Os clones vivem em local isolado e numa sociedade altamente vigiada.

Não sabem qual é a sua verdadeira finalidade.

Conta-se para eles que a Terra está contaminada e, por isso, é necessário viver neste local isolado.

De vez em quando um deles é sorteado para, supostamente, ir morar em uma ilha que não foi contaminada.

Na verdade, estes são os clones cujos donos estão precisando de algum transplante.

Entenda processos de biotecnologia e genética aplicados ao processo de clonagem.

 

 

8) Nas montanhas dos gorilas (1988)

Conta a história real de uma antropóloga americana, chamada Dian Fossey, que vai para a África estudar o comportamento dos gorilas.

Lá ela acaba por descobrir que esses primatas estão seriamente ameaçados pela caça ilegal.

Dian se torna uma das maiores defensoras dos gorilas e passa a dedicar sua vida a sua preservação.

Possibilita conhecer um pouco da atividade dos pesquisadores de campo e os obstáculos que podem surgir no desenvolvimento de uma pesquisa.

 

 

 

 

9) A ilha das flores (1989)

Este curta metragem narra o percurso de um tomate estragado desde o momento de sua compra em um supermercado até seu destino em um lixão.

No lixão os restos orgânicos servem de comida para um criador de porcos.

Após a alimentação dos animais, o proprietário libera a entrada de habitantes da ilha, extremamente pobres, para que estes procurem por restos de comida.

O filme realiza uma crítica ao consumismo e a geração desigual de renda na sociedade contemporânea.

Tem uma perspectiva social da sustentabilidade, questões socioambientais, como as diferenças entre o consumismo e o consumo responsável ou consciente.

 

 

 

 

10) Microcosmos: Fantástica Aventura da Natureza (1996)

Indicado para quem ama insentos. O documentário levou 15 anos para ficar pronto.

Mostra a vida dos insetos em lagos e pastagens, utilizando closes e câmera lenta.

Inclui imagens de abelhas coletando néctar das flores, joaninhas comendo, aranhas envolvendo suas presas e fios intermináveis de lagartas.

As lentas aumentam centenas e até milhares de vezes o tamanho de insetos, sons aparentemente inaudíveis chegam ao nosso ouvido.

Durante uma chuva, os insetos parecem estar sendo bombardeados: um pingo d’água parece uma pedrada na cabeça de um grilo.

Interessante para conhecer as particularidades do que os cineastas-biólogos chamam de “planeta sob o planeta”.

Ressalta a vida dos insetos e a biodiversidade.

 

 

Se gostou dá um like,

Se inscreva em nosso canal, compartilhe e concorra a prêmios

https://www.youtube.com/c/CineDaVincifilmes

https://www.instagram.com/cinedavincifilmes/

Fique por dentro, fique com a gente, descubra o Mundo CinedaVinci

@cinedavincifilmes

(5)

TERÇAHISTORY

0 Comentários

Você pode usar as tags e atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>